ff

NovoHamburgo.Net - blog@novohamburgo.net
sexta-feira, 17 de agosto de 2012
Com 131 mil quilômetros de área, mercado imobiliário está aquecido na cidade

Canoas  - Com pouco mais de 131 mil quilômetros de área, Canoas é considerado um município de ótima infraestrutura. Impacta nisso sua proximidade com a Capital, o fato de ser a primeira parada do trem urbano e rodovias como as BRs 386 e 116. Essa infraestrutura, aliada ao bom momento econômico do País, também alavanca o mercado imobiliário local. Conforme a Secretaria de Mobilidade Urbana e Habitação, de 2010 a 2011 houve um crescimento de 68,05% em área construída e de 2009 até março deste ano foram licenciadas 4.880 edificações. "Construção civil envolve toda a sociedade e a infraestrutura oferecida na cidade é que gera a demanda", acredita Giovanna Fagundes, adjunta da pasta. No âmbito do Executivo, um ambicioso projeto de regularização fundiária estima a construção de 19.540 unidades habitacionais, 1.074 já entregues no triênio 2009/11. Um Censo Imobiliário do município e da região será conhecido em 2013, produzido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-RS). "Vamos mapear a realidade da oferta local do mercado imobiliário, que tipo de imóvel e quem está comprando", destaca Paulo Vanzetto Garcia, presidente da entidade.

Comprometimento público

Na opinião do presidente do Sinduscon-RS, Paulo Vanzetto Garcia, em Canoas a iniciativa do Minha Casa, Minha vida, principal carro-chefe da regularização fundiária e do boom imobiliário, recebe da Prefeitura atenção especial. "Em empreedimentos para público de zero a três salários mínimos é preciso haver comprometimento da Prefeitura porque não há margem de lucro para as construtoras. Quem vai gerar a margem é a Prefeitura", explica ele, ao pontuar a demanda reprimida no país e frisar que há dinheiro e projetos federais para acabar com o déficit habitacional dos últimos 25 anos.

Lado leste é o mais valorizado

Reunindo 200 sócios e 50 imobiliárias filiadas, a Associação dos Corretores de Imóveis e Imobiliárias de Canoas (Associ) responde, em participação, por 80% do mercado imobiliário local. Presidente da entidade, Gilberto Manfroi afirma que no lado leste da cidade, mais alto e de melhor infraestrutura, o metro quadrado dos terrenos está em 800 reais, o dobro do lado oeste. "O que impacta no valor dos imóveis é a oferta e procura e há neste momento uma carência de oferta", afirma ele. A Associ, todavia, ainda formata banco de dados que permita uma leitura mais ampla e precisa da oferta de empreedimentos para locação e venda na cidade.

 

Fonte Jornal NH


Postado por WM Internet as 12:14 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 

 

٬timos Posts

Incêndio atinge fábrica de calçados e bolsas Crisl...
Depois de ter a família rendida, homem é executado...
Acidente deixa cinco mortos e dois feridos no Vale...
Após onfirmação de segundo caso de gripe A, Novo H...
Acidente de trânsito com carreta de Novo Hamburgo ...
Hamburguense leva título sul-americano de Aquathlo...
Hospital opera perna errada de idosa em Novo Hambu...
Acidente mata hamburguense na BR-116 em Picada Caf...
Motociclista morre em acidente na ERS 239
ERS 124 - Morre Casal em Gol com placas de Novo Ha...

Arquivos

Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Março 2014 Maio 2014 Outubro 2015

 

 

 

WM INTERNET